Passar para o conteúdo principal

Realizada a 1.ª Sessão de consulta pública do Regime Jurídico das Empresas de Capitais Públicos da Região Administrativa Especial de Macau

26-10-2021

  O Gabinete para o Planeamento da Supervisão dos Activos Públicos da Região Administrativa Especial de Macau (doravante designado por GPSAP) realizou, no dia 26 deste mês, a primeira sessão de consulta pública do Regime Jurídico das Empresas de Capitais Públicos, a coordenadora, Sónia Chan, o coordenador-adjunto, Lio Chi Hon e o Chefia funcional, Zhao Yuan estiveram presentes para ouvir as opiniões dos cidadãos. Durante a sessão, a coordenadora, Sónia Chan, apresentou o contexto do estabelecimento do regime jurídico das empresas de capitais públicos e o chefia funcional, Zhao Yuan, fez uma breve apresentação sobre o conteúdo do documento de consulta. A sessão contou com a participação de cerca de 90 cidadãos, entre eles, 10 expressaram opiniões e sugestões sobre o conteúdo do documento de consulta.

  Os cidadãos que expressaram na sessão, geralmente, concordam com a importância do estabelecimento de um regime jurídico exclusivo das empresas de capitais públicos, do aproveitamento racional do erário público, da preservação e valorização dos activos públicos, acreditam que a legislação possa estimular o aproveitamento racional dos recursos públicos e promover o desenvolvimento sustentável das finanças públicas. Vários cidadãos manifestaram a preocupação sobre o mecanismo de responsabilização das empresas de capitais públicos e a transparência da divulgação pública das informações das empresas de capitais públicos, sugerem que se defina indicadores para as mesmas e se efectue periodicamente revisão e avaliação.

  A coordenadora, Sónia Chan, na sua resposta, refere que irá estudar a categorização de avaliação nos termos de alvo, fins, dimensão e objectivo das empresas de capitais públicos, indicou ainda que os membros dos órgãos das empresas têm o dever do zelo em exercer as suas funções, caso se verifique desaprovados no desempenho, podem ser afectadas a renovação do mandato e as remunerações dos respectivos membros. O Governo irá elevar a transparência das informações que incluem as remunerações dos membros dos órgãos nomeados pelo Governo.

  Demais, alguns cidadãos segurem ainda o alargamento das funções dos serviços competentes, a contratação de especialistas e experientes da respectiva área, estimulando as empresas de capitais públicos para oferecer empregos aos jovens. A coordenadora, Sónia Chan, agradeceu os apoios dos participantes prestados em relação aos trabalhos da consulta pública, o GPSAP irá reorganizar e analisar, sinceramente, as opiniões e sugestões, servindo as quais de referência importante na elaboração do documento jurídico.